quinta-feira, 8 de maio de 2008

SEMINÁRIOS 2008.1 (MAIO/2008)

GENÉTICA MOLECULAR:

Apolipoproteína E e a doença de Alzheimer 29/05/08
Alterações genéticas na doença de Alzheimer 29/05/08

CITOGENÉTICA:

SINDROME DE PRADER-WILLI E ANGELMAN 06/05/08
CORRELAÇÕES ENTRE FILOGENIA E A CITOGENÉTICA DOS PEIXES TELEÓSTEOS 13/05/08
SINDROME DO X FRAGIL 27/05/08
EFEITO DAS MUTAÇÕES DO GENE SUPRESSOR DE TUMOR p53 NA LEUCEMOGÊNESE 20/05/08

GENÉTICA GERAL:

REGULAÇÃO E EXPRESSÃO GÊNICAS 09/05/08
BASES MOLECULARES DA GENÉTICA 16/05/08
GENÉTICA MITOCONDRIAL 23/05/08
GENÉTICA DO CANCER 30/05/08
GENÉTICA DO SISTEMA IMUNE 30/05/08

sexta-feira, 30 de novembro de 2007

SLIDES DO MINICURSO DE ACONSELHAMENTO GENÉTICO













Click no link ao lado (MATERIAL DE AULA)e faça o download dos slides do minicurso de ACONSELHAMENTO GENÉTICO ministrado na VII Jornada de Ciências das FAINTVISA.

MATERIAL (SLIDES) DO MINICURSO DE ACONSELHAMENTO GENÉTICO


Click no link ao lado (MATERIAL DE AULA)e faça o download dos slides do minicurso de Aconselhamento Genético, ministrado na VII jornada de Ciências das FAINTVISA.

sexta-feira, 16 de novembro de 2007

TEMAS PARA TRABALHO DE GENÉTICA HUMANA (CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS)

TEMA 01: INTERESSE DA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA EM PESQUISAS GENÉTICAS
TEMA 02: BIOSSEGURANÇA EM ENGENHARIA GENÉTICA
TEMA 03: VACINAS GÊNICAS
TEMA 04: COMO ENTENDER O METABOLISMO DAS DROGAS EM FARMACOGENÉTICA
TEMA 05: FARMACOGENÉTICA NO TRATAMENTO DA DEPRESSÃO

CURSO DE ACONSELHAMENTO GENÉTICO



CURSO DE ACONSELHAMENTO GENÉTICO
DIA 22/11/07
FAINTVISA

TRABALHO PARA 2ª. AVALIAÇÃO DE GENÉTICA GERAL 2007.2

01. Dois caracteres com segregação independente foram analisados em uma família: grupos sangüíneos do sistema ABO e miopia. A partir dessa análise, obtiveram os seguintes dados:





I – 1, 2 e 3 pertencem ao grupo O.
II – 4 pertence ao grupo AB.
III – 4 e 5 são míopes.

Qual a probabilidade de o casal 5 e 6 ter uma criança do grupo sangüíneo O e míope?

02. Porque as Enzimas de restrição são fundamentais à Engenharia Genética?

03. A Engenharia Genética consiste numa técnica de manipular genes, que permite, entre outras coisas, a fabricação de produtos farmacêuticos em bactérias transformadas pela tecnologia do DNA recombinante. Assim, já é possível introduzir em bactérias o gene humano que codifica insulina, as quais passam a fabricar sistematicamente essa substância. Isto só é possível porque...

04. Atualmente deixou de ser novidade a criação de plantas transgênicas, capazes de produzir hemoglobina.
Para que isso seja possível, O que essas plantas precisam?

05. Supondo que a cor da pele humana seja condicionada por apenas dois pares de genes autossômicos (A e B) contribuintes, qual a probabilidade de um casal de mulatos, ambos com genótipo AaBb, ter um filho branco?

06. Cruzando-se indivíduos AaBb e aabb obtiveram-se descendentes de apenas dois genótipos diferentes. O que se pode concluir com isso?

07. Em tomate, fruto vermelho (V) é dominante sobre fruto amarelo (v). Planta alta (A) é dominante sobre planta baixa (a). Os dois genes estão localizados no mesmo cromossomo e não apresentam crossing-over. Quais os genótipos esperados para os descendentes de dois indivíduos com o seguinte genótipo?






08. Cite 10 sindromes humanas decorrentes de uma monossomia

09. Os fatos estão relacionados ao processo de formação de duas espécies a partir de um ancestral.

I. Acúmulo de diferenças genéticas entre as populações.
II. Estabelecimento de isolamento reprodutivo.
III. Aparecimento de barreira geográfica.

a) Qual é a seqüência em que os fatos acima acontecem na formação das duas espécies?
b) Que mecanismos são responsáveis pelas diferenças genéticas entre as populações?
c) Qual é a importância do isolamento reprodutivo no processo de especiação?

10. Qual é a relação existente entre a mutação genética e a seleção natural na evolução dos organismos?

TRABALHO PARA 2ª. AVALIAÇÃO DE CITOGENÉTICA 2007.2

Marque no anexo entregue no inicio das aulas, a localização cromossômica exata de cada uma das doenças abaixo elencadas e faça um breve comentário sobre suas implicações.
1. Acancitose
2. Acatalasemia
3. Acidúria orotica
4. Albinismo ocular tipo I
5. Aneurisma aórtico familiar
6. Angiopatia amilose cerebral
7. Ataxia de Friedreich
8. Citrulinemia
9. Craniossinostose 2
10. Cútis flácida
11. Defeito do septo atrial
12. Deficiência da proteína C
13. Deficiência de G6PD
14. Deficiência do fator 5 de coagulação
15. Deficiência do hormônio de crescimento
16. Diabete melito MODY tipo II
17. Diabete insípido neurogênico
18. Displasia diastrófica
19. Distrofia muscular de Duchenne
20. Distrofia miotonica
21. Doença de Alzheimer ( forma autossômica dominante)
22. Doença de Gaucher
23. Doença de Wilson
24. Epilepsia mioclonica juvenil
25. Esferocitose tipo II
26. Fenilcetonuria (PKU)
27. Fibrose cística
28. Fucosidose
29. Galactosemia
30. Gene para câncer de mama BRCA1
31. Hemocromatose
32. Hemofilia A
33. Hemofilia B
34. Hipocondroplasia
35. Hipotiroidismo congênito hereditário
36. Incontinência pigmentar
37. Intolerância a frutose
38. Intolerância a glicose/galactose
39. Intolerância a sucrose
40. Leucemia mieloide crônica
41. Leucodistrofia metacromatica
42. Linfoma de Burkitt
43. Miotonia congênita
44. Neuroepitelioma
45. Neurofibromatose tipoI
46. Osteogênese Imperfeita (COL1 A2)
47. Osteossarcoma
48. Protoporfiria
49. Porfiria variegada
50. Profiria hepática aguda
51. Rabdmiossarcoma
52. Resistência ao cortisol
53. Retinosquise
54. Região critica do Cri-du-chat
55. Retinite pigmentar tipo I
56. Retinoblastoma
57. Síndrome de Aarskog
58. Síndrome de Ewing
59. Síndrome de Allagille
60. Síndrome de Angelman
61. Síndrome de Apert
62. Síndrome de Bardet-Bieldl
63. Síndrome de Bloom
64. Síndrome de Cockaine
65. Síndrome de DiGeorge
66. Síndrome de Gardner
67. Síndrome de Kallmann
68. Síndrome de Lowe
69. Síndrome de Marfan
70. Síndrome de Menkes
71. Síndrome de Noonan
72. Síndrome de Prader-Willi
73. Síndrome de Rieger
74. Síndrome de Usher Tpio I
75. Síndrome de Werner
76. Síndrome de Zellweger
77. Síndrome do lho de gato
78. Síndrome do X frágil
79. Síndrome unha-patela
80. Surdez neurossensorial
81. Tirosinemia tipo I
82. Xeroderma pigmentoso grupo G

sexta-feira, 26 de outubro de 2007

TÁ JÁ SAINDO !!!!!!!!!

MONITORES DE CITOGENÉTICA E GENÉTICA GERAL

ANDREIA ERIKA - 6 PERIODO
DISCIPLINA: CITOGENÉTICA
TERÇAS : 17:00 AS 19:00

MILENA AUGUSTA - 6 PERIODO
DISCIPLINA: GENÉTICA GERAL
QUINTAS: 17:00 AS 19:00

HORÁRIO DA MONITORIA

ELIZETE:
(SALA 01)
SEGUNDAS 17:00 AS 19:00

ANA CLÁUDIA:
(SALA 02)
SEGUNDAS 17:00 AS 19:00

LIDIANE:
(SALA 03)
SEGUNDAS 17:00 AS 19:00

MONITORIA

Seguem abaxo o nome dos monitores da disciplina de GENÉTICA DE POPULAÇÕES das FAINTVISA:

ELIZETE CAVALCANTI - 6 PERIODO
ANA CLAUDIA - 6 PERIODO
LIDIANE GOMES - 6 PERIODO